10 DE FEVEREIRO: DIA DA LEMBRANÇA

 

NÓS NÃO ESQUECEMOS DO MASSACRE DAS FOIBE, O HOLOCAUSTO ITALIANO.

Em 10 de fevereiro, celebra-se o Dia da Lembrança. Data criada e instituída pela Lei N° 92 de 30 de março 2004, em memória das vítimas do Massacre das Foibe. Hoje, cerca de 100 estudantes, juntos com os membros das associações de exiliados, participaram de uma cerimonia, aberta pela presidente da Câmara, Laura Boldrini.

Foiba significa “grandes buracos verticais como funis em posição invertida”, mas na Itália tem também um significado simbólico, pois representa todos os italianos (também crianças, mulheres e civis, fascistas e não fascistas) perseguidos pelos partisans comunistas.

Este holocausto aconteceu na Itália, após o fim da Segunda Guerra Mundial e, foi um genocídio contra os italianos que habitavam a região da Ístria e Dalmácia que, naquela época, passaram a pertencer à Iugoslávia. Neste drama perderam a vida ao menos 10.000 italianos.

Esta limpeza étnica foi comandada por Tito. Com a única culpa de serem italianos, os prisioneiros eram julgados e executados, sem possibilidade de recurso, através do método do “enfoibamento”: as vítimas eram enterradas de maneira feroz nestas crateras.

A única foiba que permaneceu na Itália é a “Foiba di Basovizza” (em Trieste), hoje monumento nacional.

Este massacre nos lembra a importância da história e da memória. Dois vozes do tempo que nos fazem compreender o abismo de mal na eliminação dos italianos, mas também em todas as formas de discriminação, perseguição e violência.

 

Your browser is out of date. It has security vulnerabilities and may not display all features on this site and other sites.

Please update your browser using one of modern browsers (Google Chrome, Opera, Firefox, IE 10).

X